BLOG – NFD25 – Aruba – Edge Connect e WIFI 6E

Olá Pessoal,

Explorando ainda algumas sessões de nossa participação no #NFD25, hoje vamos fazer uma tratativa relacionado apresentação da Aruba.

Nesta apresentação tivemos dois focos que são importantes para essa nossa evolução tecnológica, para qual foram expostos os temas sobre o WIFI 6E e sobre aderência em relação ao SD-WAN.

Como tenho mais aderência para o SD-WAN, vou mostrar primeiramente esses tópicos, pois nesta sessão devemos comentar que Aruba/HP fizeram aquisição da Silver Peak em meados de 2020, para qual na minha opinião a Silver Peak era umas das startups que ainda iam ser adquirida por uma dessas grandes marcas do mercado, e Julho ou Agosto foi feito anúncio sobre aquisição.

Pois bem, nesse ponto devemos trazer que em nossa sessão Aruba trouxe muita informação sobre o produto EdgeConnect, ou seja, fazendo associação que algumas empresas nasceram Datacenter, outra nasceram em Cloud.

Para trazer essa experiência e um pouco de entendimento, podemos verificar abaixo sobre os componentes inseridos para a solução, na qual não foge do nosso tradicional, pensando em SDWAN.

Desta forma, podemos visualizar os componentes que compõe a solução, e agregar que a menção exposta em nossa sessão esta relacionado ao EdgeConnect, fazendo assim a criação dos túneis IPSec dos pontos remotos aos hubs, e os hubs se conectam uns aos outros, e resto do fluxo você deve imaginar. Devido a isso, estamos acostumados a construir túneis VPN e conectividade através de qualquer conexão WAN a que tenhamos acesso, porém a Silver Peak traz a idéia de ser “botão fácil” para provisionar esta conectividade, assim como monitorar e se adaptar a problemas na rede SD-WAN.

A solução Aruba/Silver Peak utiliza o IP SLA para tomar as decisões sobre qual caminho(underlay) utilizar para encaminhar seu trafego através dos tunéis VPN(overlay). Para essas métricas de IP SLA, foi mencionado que eles utilizam o ICMP, porém também podemos fazer através de HTTP/s.

Agregando tudo isso, temos também o modelo tradicional adicionado ao Edge para os recursos de Segurança, na qual seguimos a linha de executar o modelo de “backhaul” ou inserir a parceiros em cloud(UTM).

Com isso, acredito que seja interessante acompanhar mais detalhes na apresentação executada pelo time da Aruba.

E sempre gostamos de mencionar “We love demos!!!” portanto, é muito valioso verificar alguns ítens sobre a solução e visualizar as capacidades que podemos ter a partir do momento que você deseja ver como funciona a solução, devido a isso você pode ter uma noção um pouco mais ampla sobre o que mencionei anteriormente, ou seja, criar tuneis IPSEC, bem como fazer uma validação através do Edge para conectar a Zscaler, Netspoke e criar seu “breakout” e acessar localmente, com todo o controle de segurança para a Internet. Veja abaixo:

Após esses tópicos foi abordado sobre a menção do WIFI-6E, bem como trouxeram números sobre uma pesquisa relacionado o 6GHz em todo o globo.

Para esse tópico tivemos uma demo, mostrando um teste(basicamente em um vácuo), colocando um cenário de um AP com as três bandas(2.4/5/6GHz). Para ser sincero eu nunca havia visto!!!

Basicamente, a reprodução agregada foi de 2,2Gbps para o teste em vácuo, porém tenha ciência que estava usando canal de 80MHz não apenas para 6GHz, mas também para 5GHz, e uma largura de canal de 2,4GHz de 40MHz. Se parar para pensar, isso não será resultado realistas para aplicações em nosso mundo real, porém foi interessante de visualizar.

Você pode conferir com mais detalhes da apresentação através do vídeo abaixo(à partir do minuto 04:35):

Nessas apresentações tivemos mais algumas informações, na qual recomendo conferir essas sessões através do site do Tech Field Day.

Conclusão

Podemos concluir que a solução de SDWAN esta seguindo os conceitos que visualizamos em outros vendors, trazendo a perspectiva de utilizar um único dashboard e agregar as facilidades de provisionamento automático, atrelado as validações de trafego, via IPSLA. Entretanto achei bem interessante a questão quando pensamos em SASE, trazendo a facilidade para avaliar e provisionar o “split” desse tráfego para diferentes regiões já mapeadas pela ferramentas de diferentes vendor.

Sobre o WIFI é bem interessante a demonstração, porém em nosso dia a dia acredito que temos ainda muito que evoluirmos para aceitação dessa demanda.

O que vocês acharam? Deixe seus comentários abaixo e coloque suas dúvidas ou sugestões.

Disclaimer: Gelstalt IT, the organizers of Networking Field Day, invited me to be a delegate, no gifts or swag influenced my decisions in writing this blog post. I do not receive cash compensation as a delegate. Also, I do not receive compensation for writing about or promoting Networking Field Day, all thoughts are my own and writing from my keyboard.

0
0

Link permanente para este artigo: https://ciscoredes.com.br/2021/07/20/blog-nfd25-aruba-edge-connect-e-wifi-6e/

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Translate