out 23 2017

Ansible – Validação de Configurações

Olá Pessoal,

   Enfim, depois de um longo periodo voltamos para trazer mais tópicos sobre nossa estrutura de DevOps utilizando Ansible. Acredito que algumas pessoas devem ter visto que a RedHat fez anúncio sobre atualização do Ansible para a versão 2.4, e se observarem o módulo de networking foi o que teve a maior quantidade de release, portanto podemos observar que o projeto e a comunidade esta empenhanda em trazer mais beneficios para nossa área. Segue a menção explicada pelo engenheiro do modulo de networking da RedHat

   Para critério de equiparação eu já fiz atualização para a nova versão, pois nossos exemplos e laboratórios já estão com os novos módulos. Segue a versão que estamos trabalhando nesse momento.

[email protected]:/home/rodrigo# ansible –version
ansible 2.4.0.0
config file = /etc/ansible/ansible.cfg
configured module search path = [u’/root/.ansible/plugins/modules’, u’/usr/share/ansible/plugins/modules’]
ansible python module location = /usr/lib/python2.7/dist-packages/ansible
executable location = /usr/bin/ansible
python version = 2.7.12 (default, Nov 19 2016, 06:48:10) [GCC 5.4.0 20160609]

   Como estamos trabalhando em exemplos sobre backups de configuração, historico de configuração, neste post vou trazer algumas funcionalidades que temos agora para comparar nossas configurações e obter outputs que podem trazer beneficios em nosso dia a dia. O módulo voltado para Cisco, onde iremos trabalhar seria “ ios_config “, que por sua vez, teve algumas alterações nessa nova edição. Para contextualizar, existem algumas possibilidades que dependendo do seu ambiente podem-se enquadrar de uma forma diferente, portanto, para nosso caso eu irei criar um arquivo ( .conf ) que iremos apenas adicionar usuários para que possamos comparar nossas configurações. Segue exemplo de meu arquivo:

PS.: Não é obrigatório a criação do arquivo como sendo ( .conf ), ele pode ser como texto e utilizar a estrutura que você tem em seu ambiente. 

   Após a criação de nosso arquivo base, iremos construir nosso playbook para que possamos fazer as comparações das configurações. Neste primeiro exemplo, iremos fazer a comparação da ” running-config ” com o arquivo base, e assim output que irá trazer em nossa variavél será a diferença entre os dois arquivos.

   Com isso, podemos agora fazer nossa validação através de nosso playbook utilizando comando ad-hoc ( –check ). Vale lembrar que o “check” não irá popular nenhuma configuração em seu equipamento.

   Assim podemos comparar com nossa configuração apresentada em nosso roteador que os usuários não estão presentes em nossa configuração ( running-config ), entretanto vocês podem observar que temos um usuario ( rodrigo ) que o mesmo não foi demostrado em nosso output. Porque?


   Isso ocorre porque a validação que é feita é somente a comparação do R1.conf com a running-config, trazendo assim somentes as diferenças ( check ) do que temos na configuração base com o que está no roteador ( running-config ), e não o inverso. Teremos outras funções para que essa diferença também seja apresentada.

   Devido a este ponto, para os próximos posts irei trazer mais validações usando essa nova funcionalidade ( diff_against ).

Abs,
Rodrigo

Posts relacionados:


0
0

Link permanente para este artigo: https://ciscoredes.com.br/2017/10/23/ansible-validacao-de-configuracoes/

1 menção

  1. […]  Conforme em nosso post anterior, hoje iremos tratar de um outro parâmetro, com o intuito de fazer validação das configurações […]

    0

    0

Deixe uma resposta