Meraki – Analisar Gráficos Meraki Insight – Parte 3

Olá Pessoal,

De fato, já faz um tempo que trouxemos as informações relacionadas ao Meraki Insight, mas como sempre na correria acabo não conseguindo publicar todos os conteúdos ” on-time ” para vocês.

Mas, uma hora ele chega e acredito que possa ajudar todos vocês a entender um pouco a mais sobre as funcionalidades e a tecnologia. Enfim, depois demonstrar sobre as facilidades de configurações das aplicações que foram detalhadas em nosso post anterior, hoje venho aqui para explicar um pouco sobre os resultados que a solução vai nos trazer.

Detalhamento

Após mencionar sobre as diferentes formas de habilitar o serviço, digo em relação a utilização do ” Smart Threshold ” ou via os valores padrões, vamos sempre ter as segregações dos 3 componentes ( LAN, WAN, Aplicação ), com isso podemos observar através dos gráficos o que esta impactando a performance da minha aplicação.

Baseado-se nesse conceito, iremos ter as análises sendo populadas em nosso portal, e vale lembrar que as aplicações ou status de cada elemento irá ser definido com o status ” RED ” quando a performance ficar <80%.

Talvez venha a pergunta, posso alterar esse valor? Não, esse valor não pode ser alterado, ou seja, mesmo que você tenha uma aplicação WEB personalizada que irá monitorar seu servidor web, sempre irá seguir essa política.

Visualização da Organização

Neste meu caso vou observar toda minha organização, e dentro das ultimas duas horas, na qual observo apenas um alarme relacionado ao meu dropbox.

Entretanto, já temos que isso está relacionado com a aplicação, porém vamos observar todos os status na sequência.

Consolidação da LAN

Neste gráfico sempre iremos observar as caracteristicas internas de sua rede,

Como podem observar, consigo validar quantos clientes internos estão utilizando essa aplicação e se de alguma forma estão sendo impactados em relação ao serviço especificamente nesta aplicação.

Logo abaixo, podemos observar nos graficos se algo esta sendo impactado correlacionando ” GoodPut “, ” Loss “, ” Latency ” versus seu pior cliente interno.

Se observar no número ” 1 ” podemos observar sobre o meu cliente e através do número ” 2 ” poderiamos ver em relação a perca comparado o meu ” end point ” versus o serviço.

No gráfico abaixo podemos consolidar a latência e verificar quais os clientes estão utilizando essa aplicação, bem como quanto de solicitações estão sendo/foram requisitadas para este serviço.

Esses dados de fato não vão trazer a causa raiz do problema, pois podem existir outros fatores que estão impactando esses clientes, entretanto são dados que podem oferecer uma linha de raciocionio para iniciar as investigações posteriores através de outros ítens dentro de sua infra-estrutura, como se conectado ao WIFI qual seria o problema? Poderiamos avaliar no Wireless Health?

Consolidação da WAN

Nesses gráficos teremos a capacidade de avaliar a nossa conexão externa ( Internet ) entretanto com a visibilidade mais apurada para aplicação específica que estamos trabalhando neste momento.

Desta forma, logo abaixo como mencionado anteriormente teremos um resumo sobre componentes presentes nessa conexão e já poderíamos avaliar se temos impacto via nosso link.

Nesse caso, visualizamos que existe um período que de fato foi onde tivemos algumas oscilações relacionando ” goodput ” e ” loss “.

Abaixo verifico o que eu acho mais interessante, que é a latência, mas as questões de quais servidores de fato meu link WAN está buscando para essa aplicação, relacionando isso em perca, latência e quantidade de solicitações para os servidores na nuvem.

Obs.: Vale ressaltar que devido a estar trabalhando com o ” Smart Threshold ” esses servidores estariam relacionados a serem os mais próximos de onde estão conectado seu MX, mas sempre observe que muito serviço em cloud pode estar fazendo ” anycast ” ou dependendo da aplicação utilizando ” CDN “.

Para finalizar temos a menção resumida para todos os meus links, porém nesse caso tenho ativo um link de internet, mas se tivermos a conexão de mais circuitos podemos ter as estatisticas por link e atrelar isso também as menções sobre os recursos possiveis para atuar minha solução de SDWAN.

Consolidação da Aplicação

Enfim, chegamos no ítem relacionado aplicação que irá trazer mais valor no sentido de identificar os domínios e IPs que podem estar impactando em usa performance.

Logo abaixo, visualizo os gráficos que por sua vez vão definir qual é o tempo de resposta que estou tendo entre o MX e aplicação que esta hospedada na nuvem.

Nessa linha do tempo, consigo avaliar especificamente o tempo/latência dedicado para este período e validar com o impacto observado ou reclamação recebida através de seu usuário.

Logo abaixo a relação dos IPs que estão hospedando esse serviço, onde acabei deixando um filtro relacionado com a quantidade de solicitação.

Desta forma, podemos comparar rapidamente através da resolução desse endereço ( FQDN ) que temos o ponto em comum com o endereço IP versus a resolução do nome e a partir desse momento temos a confirmação que o impactante ou a baixa performance está relacionado a este serviço.

Conclusão

Podemos observar que de fato temos muito mais dados para trabalhar nos eventos de baixa performance, para assim comparar com nossa linha de base.

Porém, vale ressaltar que a partir do momento que você avaliou que sua aplicação está com baixa performance o troubleshooting juntamente como o provedor do serviço pode ser mais doloroso.

Entretanto, você terá muito mais dado para concretizar do problema que você esta enfrentando e assim encurtar o caminho, pois terá informações especificas do dominio, IPs, periodo, etc.

Em nosso próximo post vou configurar uma aplicação que de fato ainda não existe no portal especificamente e assim posso responder talvez mais um questionamento sobre esse ponto para vocês.

Fique ligado e deixe seu comentário para avaliar o que vocês estão achando dessas informações.

Abs,
Rodrigo

 

 

 

0
0

Link permanente para este artigo: https://ciscoredes.com.br/2020/10/01/meraki-analisar-graficos-meraki-insight-parte-3/

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Translate